• Pro Corpore Studio Pilates

    Perceber, conhecer, respeitar e amar o próprio corpo: a equipe Pro Corpore é altamente especializada em condicionamento físico, reabilitação e conscientização corporal. Tudo isso em um ambiente tranqüilo, equipado e planejado para o seu bem-estar.

  • Mat e pilates com aparelhos

    A equipe Pro Corpore trabalha com ambas as versões oficiais do método. Além do completo estúdio de aparelhos, são ministrados treinos de mat pilates: trabalho de solo com ampla gama de acessórios como bolas, magic circle, foam roller e thera band, que confere força e grande vigor físico.

  • Treinos específicos para pessoas de todas as idades e condições variadas

    O treino é individualizado, próprio para atender homens e mulheres de todas as idades e condições variadas, desde sedentários até atletas e bailarinos; além de programas especialmente desenvolvidos para idosos e gestantes.

  • Qualidade de vida

    Os programas trazem ganhos que vão muito além do desejado vigor físico, abrangendo uma lista extensa de benefícios promotores de alta qualidade de vida. As aulas são individuais ou em duplas, propiciando uma orientação personalizada
    e com privacidade.

  • Mens sana in corpore sano

    Para a equipe Pro Corpore o aprimoramento, equilíbrio, conhecimento, consciência e harmonia são fundamentais para a promoção da saúde plena. Queremos compartilhar tudo isso com você!

29 maio 2012

 
O assunto hoje é:

Importância da avaliação física e postural antes de iniciar um treinamento esportivo.

Nos dias de hoje, muitas pessoas estão preocupadas em fazer ou retomar atividades físicas, pensando somente na melhora e condicionamento físico, deixando para trás um ponto muito importante e fundamental que é o diagnóstico corporal.

Quantas vezes ouvimos falar: "fui à academia e estou todo(a) dolorido(a)?

Engana-se quem pensa que sentir dor após qualquer atividade fí...sica seja um bom sinal. Ao contrário disso, a dor significa que algo não está indo bem... ou o praticante fez algum esforço excessivo, ou pode ainda ser pior, apresentar algum tipo de lesão, desvios posturais, inflamações, entre outras, que de tão viciados com a correria do dia-a-dia, não damos atenção e que futuramente podem nos trazer sérias consequências.

Por este motivo é muito importante que o praticante de qualquer atividade, faça a avaliação física e postural. Além de servir como um "relatório" de como está evoluindo, é através dela que o profissional poderá identificar melhor as limitações de cada aluno/paciente, identificar fatores de risco para doenças cardio-vasculares, desvios posturais, e também a capacidade individual para prescrever corretamente exercícios.

A avaliação deve ser refeita em intervalos máximos de 1 ano, porém pode ser indicado em intervalos menores, dependendo da necessidade de cada pessoa.

Para atingirmos um resultado que desejamos, seja físico ou apenas em qualidade de vida, devemos estar atentos e prevenidos. Não pratique atividade física sem a avaliação de um profissional capacitado, procure além disso, apresentar ao seu studio, personal, ou academia, um atestado médico liberando-o para as atividades, para que o profissional possa desenvolver um treinamento com segurança, e lembre-se de fazer sempre uma AVALIAÇÃO FÍSICA E POSTURAL, periodicamente.
 

 Glauce Di Mauro Lapa
Pro Corpore Studio Pilates

22 maio 2012

Como o Pilates pode melhorar o rendimento para surfistas

 Foto: google

Muitos surfistas sentem dores na lombar e cervical com a prática do surf, em consequência do longo período de treinamento sobre as pranchas. Pode-se dizer que essa dor decorre de desvios posturais ou porque a musculatura ainda não está fortalecida o suficiente para a prática.

Como complemento em treinos de corrida, boxe, artes marciais,  como em qualquer outro esporte de alto rendimento, o Pilates tem sido uma prática muito procurada por atletas que necessitam deste fortalecimento, e no surf não é diferente!

A seguir destacamos alguns benefícios que o surfista pode adquirir com a prática do Pilates:

- Concentração: o Pilates utiliza-se de exercícios funcionais, e com isso certamente estimula ao seu praticante uma melhora significativa de consciência e concentração. Com pouco tempo de prática, são identificadas redução no desconforto causado pela repetição de séries comuns no Surf.

- Respiração: Para o surfista como para qualquer praticante, é notório destacar que a respiração é fator de suma importância para a execução dos exercicios corretamente. O trabalho da respiração consciente ajuda o surfista a ter melhor desempenho na água e no dia-a-dia.

- Fortalecimento do core: A base e fortalecimento da região dos oblíquos, transverso do abdômen, assoalho pélvico, evita lesões que podem ser decorrentes de uma musculatura não fortalecida.

- Equilíbrio e Mobilidade Articular : são propostos diversos exercícios em superfícies instáveis que desafiam o praticante para diversas posições, o que melhora sem dúvidas, sua capacitade de equilíbrio e mobilidade.

Com o alinhamento postural, respiração e concentração, o praticante obtém uma vida mais saudável, alivando assim dores na coluna, e aumentando desta forma o equilíbrio corporal, além de obter maior desempenho dentro da água.


Pro Corpore Studio Pilates

08 maio 2012


Cuidados essenciais para quem quer começar.


Em pauta em diversas reportagens nos telejornais e revistas, e mais que comprovado, a atividade física traz inúmeros benefícios à saúde, mas pode se tornar também uma arma para nosso organismo, se não forem tomados alguns cuidados essenciais para quem quer sair do sedentarismo.
Sigam nossas dicas para ter um retorno sem nenhum tipo de dor de cabeça:

- Antes de voltar às atividades, procure um médico e peça uma avaliação que comprove que está apto à pratica de exercícios. Aproveite e peça que lhe indique a modalidade mais adequada para sua idade e estilo de vida;

- Procure uma academia e profissional certificados. Exija a comprovação de seu registro.

- Vá aumentando gradualmente a carga e frequência, evitando muito esforço e carga;

- Alimente-se bem, evitando gorduras e alimentos muito calóricos, para que tenha um melhor desempenho durante as atividades e no decorrer do dia;

- Hidrate-se, beba muito líquido, no mínimo 2 litros por dia. Manter o corpo hidratado antes, durante e após a prática do exercício físico é ponto fundamental para o bom funcionamento do nosso organismo.

- Use roupas e calçados adequados. Nunca exercite-se de chinelos, busque orientação de um profissional que possa lhe indicar o melhor a calçar caso tenha dúvidas na hora de comprar.

-  Escolha uma atividade que lhe dê prazer... exercitar-se deve ser sempre uma atividade prazerosa e não exaustiva e estressante.

Lembre-se:  Seu corpo é sua ferramenta, não abuse dele, nem exija além do que ele é capaz. Dores no corpo não são bom sinal. Caso sinta dores, suspenda o treinamento e procure um médico.


Pro Corpore Studio Pilates - Bem Estar Mais perto de VOCÊ!


03 maio 2012

Alongamento Axial.


Escrito por:  Profª Renata Batista

Vamos lá: será que você tem alongamento axial? Não sabe? E dor nas costas você tem?

Hum… E essas pessoas das fotos, será que sentem dores nas costas?

Alongamento axial: como acontece?Alongamento axial: como acontece?

Se você respondeu que com certeza elas sentem dor, se equivocou. Estudos dizem que não.

E para mostrar de forma mais clara e instigar a curiosidade de vocês a continuarem lendo, vou usar o exemplo dessas pessoas que carregam cargas na cabeça por horas às vezes. E por que elas não sentem dor? Simples, eles possuem um ótimo alongamento axial, observe as suas posturas, bem eretas, e equilibradas. E é isto que um bom alongamento crânio-caudal faz com nossa postura, a deixa alinhada, com todas as curvas naturais da coluna preservadas.

OK. Mas o que é alongamento axial?
Vamos à definição: o alongamento axial é a criação de espaço articular, se tratando da coluna esse espaço é aumentado entre os discos vertebrais. O benefício direto da aplicação deste princípio é a melhor mobilidade da coluna e diminuição de compressões nos discos, logo alívio de dores e prevenção de patologias (ex: hérnia de disco).

Bom, acabamos de ler que é preciso “descomprimir” os discos e isso é possível com o alongamento axial. Sendo assim, essas cargas acima da cabeça não geram mais pressão, peso na coluna? Não, ao menos no caso dessas pessoas que já fazem isso desde crianças e assim fortalecem a coluna. Como? Para entender melhor, vamos analisar o funcionamento de alguns aspectos da coluna vertebral.

Suas partes “principais” são: corpo vertebral, disco intervertebral (anel fibroso e o núcleo pulposo).
O disco vertebral funciona como um amortecedor, as pessões são distribuídas por todo o disco, e o núcleo dentro dele põem-se sob tensão e age como um amortecedor fibro-hidráulico, que funciona muito bem se mantendo hermeticamente fechado (caso contrário temos uma hérnia, quando o núcleo é rompido e não suporta mais essas pressões) vejamos as figuras:

Alongamento axial: como acontece? Alongamento axial: como acontece? Alongamento axial: como acontece?

Então quando essas pessoas colocam a bacia na cabeça, elas precisam manter-se eretas para a água não cair, com isso seus discos alinhados funciona perfeitamente como amortecedor, e isso acaba sendo um exercício para as musculaturas mais profundas. É importante ressaltar, que isso não vale para nós que não estamos habituados, se resolvermos fazer isso, é provável de ficarmos com dor por dias.
Temos também nesse aspecto do amortecimento o mecanismo de ação e reação, que funciona como mostrado a seguir: durante os exercícios abdominais, por exemplo, uma força de ação é realizada na flexão do tronco (quando subimos), e em contra resposta uma de reação (Lei de Newton), isso gera uma pressão (musculatura abdominal x dorsal), que terá que sair por algum lado concorda?

Ela só conseguira sair por cima ou por baixo, já que pela frente e por trás ainda está ocorrendo à pressão. Essa saída faz com que as vértebras se distanciem mais, aliviando assim os discos vertebrais. Vejamos:

Alongamento axial: como acontece?
É justamente essas características de amortecimento do núcleo pulposo, ação e reação que exploramos no alongamento axial, são esses mecanismos que nos permite alongar axialmente, ou seja na longitudinal, crânio-caudal. E assim manter as curvaturas preservadas, que distribuem as cargas ao longo de toda coluna. Veja as figuras ao lado: Quando a coluna se mantem alinhada, os discos ficam livres de compressão, podendo até suportar cargas importantes, como as pessoas que transportam o peso sobre a cabeça. Vamos experimentar uma situação de alongamento axial?

- Posicione-se sentado em uma cadeira com os ísquios bem apoiados (aqueles ossos do quadril proeminentes na região dos glúteos), com os pés bem apoiados no chão. A coluna lombar neutra, ou seja, normal com sua lordose (curvatura entre os glúteos e as costelas).

- Imagine agora que sua cabeça é uma bola de gás e a sua coluna é a linha amarrada nessa bola. Sendo assim, este bola cheia de gás (sua cabeça) está sempre querendo subir mais (“criar” espaço entre os discos vertebrais) e a sua coluna, sendo representada pela a linha amarrada na bola, mantêm-se esticada a todo instante, mas de forma natural, mantenha os ombros baixos e relaxados; respire mantendo esse alongamento longitudinal com o abdômen levemente contraído.

- Agora “desmonte” a postura, fique normal e veja a diferença de como é uma posição bem alinhada e como você costuma ficar no dia a dia. Pois bem, depois dessa explicação e sensação me respondam: como vai seu alongamento axial?
Beijos… aguardo as dúvidas e sugestões!

Fonte: Revista pilates
Pro Corpore Studio do Corpo Ltda ME. Tecnologia do Blogger.
Ocorreu um erro neste gadget

Siga-nos através de seu e-mail!

Total de visualizações de página