• Pro Corpore Studio Pilates

    Perceber, conhecer, respeitar e amar o próprio corpo: a equipe Pro Corpore é altamente especializada em condicionamento físico, reabilitação e conscientização corporal. Tudo isso em um ambiente tranqüilo, equipado e planejado para o seu bem-estar.

  • Mat e pilates com aparelhos

    A equipe Pro Corpore trabalha com ambas as versões oficiais do método. Além do completo estúdio de aparelhos, são ministrados treinos de mat pilates: trabalho de solo com ampla gama de acessórios como bolas, magic circle, foam roller e thera band, que confere força e grande vigor físico.

  • Treinos específicos para pessoas de todas as idades e condições variadas

    O treino é individualizado, próprio para atender homens e mulheres de todas as idades e condições variadas, desde sedentários até atletas e bailarinos; além de programas especialmente desenvolvidos para idosos e gestantes.

  • Qualidade de vida

    Os programas trazem ganhos que vão muito além do desejado vigor físico, abrangendo uma lista extensa de benefícios promotores de alta qualidade de vida. As aulas são individuais ou em duplas, propiciando uma orientação personalizada
    e com privacidade.

  • Mens sana in corpore sano

    Para a equipe Pro Corpore o aprimoramento, equilíbrio, conhecimento, consciência e harmonia são fundamentais para a promoção da saúde plena. Queremos compartilhar tudo isso com você!

21 novembro 2011

A aula de Pilates fica mais eficiente com uma respiração adequada

Fonte: internet

No Método Pilates a respiração é essencial, de fato é um de seus princípios chave já que ajuda a controlar os movimentos, permite oxigenar os músculos, facilita a estabilização da coluna e a movimentação dos membros, ajudando a relaxar a musculatura e estar ciente das tensões acumuladas por todo o corpo.

A respiração é parte integral de cada exercício de Pilates, sendo sempre coordenado com o movimento de tal maneira que contribui com a direção da energia para a zona que se está trabalhando. Também, uma técnica de respiração adequada aplicada durante os exercícios de Pilates ajuda o relaxamento muscular, evitando qualquer estresse desnecessário.

Durante a execução dos exercícios de Pilates, o método utiliza uma técnica de respiração específica que permite não somente liberar o corpo de toda a tensão desnecessária (em particular no pescoço, ombros e costas), mas também fazendo com que os abdominais transversos sejam trabalhados na inspiração e na expiração.

O método respiratório do Pilates permite ativar corretamente os músculos abdominais transversos conseguindo assim manter estabilidade na região lombar durante a execução dos exercícios.

No Pilates, durante a respiração, é executada a inspiração pelo nariz e a expiração pela boca. Durante a inalação as costelas se abrem fazendo força para fora e para cima, ao mesmo tempo em que a coluna vertebral é esticada. Ao inspirar é muito importante não relaxar os músculos abdominais, para evitar perder o alinhamento postural, e cuidar para não utilizar os músculos inadequados durante a execução dos exercícios.

A expiração, por sua vez, facilita a contração dos músculos abdominais, já que anatomicamente ocorre a redução da caixa torácica “para dentro e para baixo”. Ao praticar o processo de expiração o diafragma se eleva gerando assim um “empurrão” dos músculos abdominais para dentro, no qual cria um centro de energia forte, que é fundamental para o processo de estabilização.

A respiração deve ser lenta durante todo o momento, sempre de forma contínua, e procurar realizar inspirações e expirações de mesma duração para permitir o bom “intercâmbio” entre oxigênio e dióxido de carbono em todo o corpo. Como regra geral, no Pilates a duração das incurções respiratórias variam em função do nível do aluno.

1 – Inspiração:

Inspire pelo nariz continuando a contrair o abdome. Observe como o oxigênio entra na caixa torácica e, com ele, como suas mãos se separam pela ação da abertura das costelas.

2 – Expiração:

Expire pela boca ativando bem seus músculos abdominais como se tentasse levar o umbigo até a coluna vertebral. Para isso imagine que seus músculos, na base da pélvis, abdominais e umbigo estão unidos por um zíper. Sente como se fechasse para cima este zíper ao expirar.


Fonte: ClubedoPilates

18 novembro 2011

Dicas Importantes Para Aula de Pilates


Imagem: ClubedoPilates
 
 
 
Aí vão algumas dicas para um bom aproveitamento na sua aula de pilates:

 
Ø  Fique atento às instruções do professor, na dúvida peça que explique novamente;



Ø  Organize seu corpo antes de iniciar os movimentos e sempre que sentir necessidade;



Ø  Verifique se os equipamentos utilizados estão dimensionados para você;



Ø  Nunca deixe de respirar. A respiração é fundamental para o bom desenvolvimento da técnica;



Ø  Não tenha pressa! Realize os movimentos de forma lenta e precisa. Pilates é sinônimo de qualidade de movimento e não quantidade;



Ø  Nem sempre a dificuldade em realizar um exercício ocorre por falta de força, ensine seu corpo a controlar o movimento. Concentre-se;



Ø  Tencione apenas os músculos necessários pra realizar o movimento e mantenha os demais relaxados. Não se agarre ao colchonete ou outra base de apoio!



Ø  Fique atento à manutenção do controle da região abdominal (Power House), se perceber que perdeu a tensão, organize-se novamente. Sua coluna pode pagar caro por isso;



Ø  Informe ao professor sobre qualquer desconforto;



Ø  Compare seus resultados com você mesmo. Não se importe com o desempenho do seu colega. Respeite seus limites.



Ø  Observe sempre sua postura, sua pelve em posição neutra, cervical neutra (pescoço alongado). Observe os ombros, eles tendem a estar tensos.



Ø  Mantenha o abdómen sempre contraído; se a musculatura “fibrilar” pare o exercício, lembre-se da excelência do movimento.



Ø  Lembre-se que o Método Pilates preconiza os exercícios leves, com poucas repetições,mas com excelência dos movimentos.



Ø  O professor(a) irá estimulá-lo proprioceptivamente, tocando em regiões que precisam ser conscientizadas. (Se isso o incomodar, verbalize que prefere não ser tocado).



Ø  Nunca manipule as molas dos aparelhos, tome muito cuidado ao entrar ou sair dos aparelhos, respeite o limite de sua flexibilidade. Preste atenção quando o professor mostra a amplitude do exercício que você irá realizar.


Fonte: ClubedoPilates

16 novembro 2011

Fígado, nutrição e a boa saúde

Independente do objetivo que o indivíduo tenha com a sua nutrição: seja ganho de peso, perda de gordura, tratamento de doenças crônicas, enfim: se o fígado e o intestino não estiverem em pleno funcionamento, o tratamento nutricional se tornará ineficiente.

O nosso organismo, para ter todas as suas funções realizadas adequadamente, desde a produção de um neutrotransmissor até a formação de massa muscular, portanto, para qualquer atividade, a presença de nutrientes ou substâncias bioativas sempre será solicitada. Portanto, tudo que entrar no nosso organismo, que não for nutriente ou substância bioativa, precisa ser excretado. Ou seja: aditivos alimentares como os conservantes, corantes, adoçantes sintéticos, acidulantes; metais tóxicos presentes em fumaça de veículos; plástico, presente nas embalagens de alimentos; medicamentos, todos eles precisam ser excretados. Não possuem função nutricional!

Se não conseguirmos excretar essas substâncias estranhas elas acabam sendo armazenadas no tecido adiposo e o pior: essas toxinas armazenadas ativam respostas metabólicas que favorecem o desenvolvimento do próprio tecido gorduroso, como também uma atividade inflamatória intensa, que muitas vezes favorece a instalação de diversas doenças como câncer, diabetes, hipertensão, entre outras.

Portanto, para um processo de destoxificação eficiente, é necessário ofertar ao organismo quantidade adequada de micronutrientes (vitaminas e minerais), substâncias bioativas (principalmente os glicosinolatos e isotiocianatos presentes nos alimentos funcionais como os vegetais de tom verde escuro, rabanete, repolho e couve-flor) e aminoácidos, constituintes básicos de proteínas. Depois de destoxificadas essas substâncias são excretadas principalmente por via renal. Logo, é essencial um consumo adequado de água. Mulheres adultas devem ingerir uma média diária de 2,7 L de água enquanto homens adultos, 3,7 L, ou seja, aquele paradigma de que um adulto deve consumir apenas 2,0 L de água ficou para trás há muito tempo.

Vale ressaltar que o processo de destoxificação não ocorre apenas no fígado. É fato que esse é o principal órgão relacionado a este processo (60% da destoxificação), mas, no intestino este processo também ocorre e é dependente da microbiota saudável. Logo, para se diminuir a deposição de toxinas no organismo é essencial fígado e intestino muito bem funcionantes: afinal, são uma dupla infalível para a boa saúde!

Fonte: Nutrição Funcional

09 novembro 2011

POWER HOUSE - Como Ativar ?


Durante as aulas de Pilates, todos os exercícios devem começar pela conexão do transverso abdominal (músculo mais profundo responsável pela sustentação e estabilização da coluna) juntamente com o assoalho pélvico (músculos localizados na região da pelve responsáveis pela elevação das vísceras) através da respiração. O fortalecimento dessa musculatura e a utilização dos mesmos nos diversos exercícios e movimentos do Pilates estimulam o trabalho intestinal devido ao massageamento das vísceras.



Imagem: Pro Corpore


Para sentir tudo isso é fácil. Vamos treinar?

- Feche os olhos, inspire… e ao expirar tente afundar o umbigo, isto é, vai encolhendo a barriga tentando mandar todo o ar para fora, principalmente o que sobe para o peito.

- Nesse momento você imagina que está fechando uma calça bem apertada e se não encolher a barriga, o zíper pode pinçar a sua pele e o botão da calça não fecha (nesse momento você está conectando o abdome transverso que vai fazer o efeito do tubo da pasta de dente – se você apertar o tubo a pasta vai para outro lugar e é isso o que acontece com as vísceras e órgãos internos.)

- Agora imagine que você começou a urinar mas vai interromper o fluxo, puxando tudo para dentro e para cima de volta (nesta hora você está conectando o assoalho pélvico, que no efeito do tubo da pasta de dente seria a tampa que não deixa a pasta descer, portanto as vísceras vão subir em direção a caixa torácica. E ao mesmo tempo que eleva a Bexiga e o Útero, vai também contribuir para o aumento dos espaços intervertebrais diminuindo a compressão dos discos entre as vértebras.

No fundo isso tudo, é um trabalho só, que beneficia o corpo como um todo. Você vai fazer tudo isso a cada respiração de forma que essa conexão passe a ser natural. No começo requer muita concentração e atenção, você tem que pensar, para se preparar antes de se movimentar e pela repetição desse ato passa à acontecer automaticamente.


Fonte: ClubedoPilates
Pro Corpore Studio do Corpo Ltda ME. Tecnologia do Blogger.
Ocorreu um erro neste gadget

Siga-nos através de seu e-mail!

Total de visualizações de página