• Pro Corpore Studio Pilates

    Perceber, conhecer, respeitar e amar o próprio corpo: a equipe Pro Corpore é altamente especializada em condicionamento físico, reabilitação e conscientização corporal. Tudo isso em um ambiente tranqüilo, equipado e planejado para o seu bem-estar.

  • Mat e pilates com aparelhos

    A equipe Pro Corpore trabalha com ambas as versões oficiais do método. Além do completo estúdio de aparelhos, são ministrados treinos de mat pilates: trabalho de solo com ampla gama de acessórios como bolas, magic circle, foam roller e thera band, que confere força e grande vigor físico.

  • Treinos específicos para pessoas de todas as idades e condições variadas

    O treino é individualizado, próprio para atender homens e mulheres de todas as idades e condições variadas, desde sedentários até atletas e bailarinos; além de programas especialmente desenvolvidos para idosos e gestantes.

  • Qualidade de vida

    Os programas trazem ganhos que vão muito além do desejado vigor físico, abrangendo uma lista extensa de benefícios promotores de alta qualidade de vida. As aulas são individuais ou em duplas, propiciando uma orientação personalizada
    e com privacidade.

  • Mens sana in corpore sano

    Para a equipe Pro Corpore o aprimoramento, equilíbrio, conhecimento, consciência e harmonia são fundamentais para a promoção da saúde plena. Queremos compartilhar tudo isso com você!

31 março 2011

Benefícios da pratica de pilates com bola

A aula de Pilates com bola ajuda a controlar picos de ansiedade e depressão ocasionados pelo estresse do dia a dia. Mais do que um exercício físico, é um exercício mental, que tem como objetivo trabalhar a mente em associação com o corpo.
Os benefícios do Pilates são potencializados com a utilização da bola, além de tornar a aula mais divertida. Os resultados são mais rápidos e aparentes, pois estes exercícios são muito potentes na tonificação e definição dos músculos, como melhora da flexibilidade e harmonização das formas do corpo.
No Pilates com a bola, trabalha-se com as camadas mais profundas da musculatura de maneira muito eficaz. A bola permite que a coluna e os glúteos fiquem apoiados, sem interferir na execução ideal dos exercícios, pois é muito comum que os músculos mais fortes "roubem" o direcionamento da força.

Os exercícios são apresentados de forma bem simples, evitando as séries com infinitas repetições. Esse é o aspecto singular do Pilates: as repetições maçantes não existem. Os movimentos são contínuos (em camadas) e o grau de dificuldade é gradativo. Todos esses exercícios requerem muita precisão e concentração. Por isso, exercitam a capacidade de concentração e relaxamento.
Os principais objetivos do uso da bola são o aumento da dificuldade dos exercícios através do desafio do equilíbrio e o aumento da solicitação dos músculos sutis do CORE.
A união dos exercícios do Pilates com a bola faz com que essa aula possa ser praticada por pessoas de diferentes níveis de condicionamento, que se recuperam de lesões ou estão em plena forma. Traz benefícios posturais, uma notável melhora no equilíbrio e coordenação, além da satisfação e diversão proporcionadas pela prática.

Fontes: http://vilamulher.terra.com.br/comunidade/perfil/vilaequilibrio/
http://pilates.about.com/od/buyingequipmentetc/p/PilatesBall.htm

20 março 2011

Aterosclerose

A doença cardiovascular (DCV) aterosclerótica é a principal causa de morte e de incapacidade no Brasil e no mundo, determinando um impacto médico-social e econômico.
As evidências de que a aterosclerose tem seu início em fases precoces da vida foi confirmada em 1997. Um Italiano ao estudar fetos percebeu que aqueles, cuja mãe apresentava altos níveis de colesterol durante a gravidez, nasciam com estrias gordurosas na camada íntima de seus vasos sanguíneos.
Essas placas de ateroma têm sua formação iniciada quando o LDL,que tem a função de transportar o colesterol para o interior dos vasos sanguíneos, são oxidados pelos fatores de risco – hipertensão, dislipidemias, obesidade, diabetes e o tabagismo – os quais modificariam as LDL, que passam a ser reconhecidas como corpos estranhos pelo nosso organismo. Conseqüentemente, os macrófagos ou glóbulos brancos irão fagocitar esses corpos estranhos, os quais são tóxicos quando oxidados, e levam a morte desses macrófagos.
Com o tempo, esses macrófagos mortos se depositarão na parede dos vasos sanguíneos juntamente com outras moléculas, como as bactérias. A partir dos 40 a 50 anos essas placas começam a obstruir os vasos sanguíneos, caso essas placas não se rompam chamarão Placas estáveis. No entanto, elas podem se romper e obstruir a luz de outros vasos sanguíneos, chamadas Placas instáveis, que são consideradas mais perigosas por poderem levar ao infarto, derrame e gangrena.

Prevenção
De uma maneira geral, a prevenção da Aterosclerose tem como medida a eliminação dos fatores de risco controláveis e deve ser iniciada a partir do momento em que nascemos. A adoção de hábito alimentar saudável que previna o excesso de calorias e sal, diminuindo o risco de hipertensão, dislipidemia e obesidade.
O exercício físico traz inúmeros benefícios, como o aumento do colesterol HDL, redução do LDL, perda de peso e controle da pressão arterial. Além disso, a abstenção do fumo é de extrema relevância, pois esse impede o trabalho das lipoproteínas LDL e aumenta o valor de monóxido de carbono no sangue, que pode aumentar o risco de lesões do revestimento da parede arterial e contrair artérias já estreitadas pela aterosclerose.

O uso de fármacos também vem sendo uma alternativa para a prevenção de doenças cardiovasculares, sendo os fibratos e as estatinas os mais conhecidos. Esses têm a função de reduzir os lipídeos plasmáticos e o colesterol,diminuindo o risco de infarto em cerca de 40%.

Referências Bibliográficas
Aterosclerose. [online] Disponível em: Acessado em: 31/07/2010
BRANDÃO, Andréa A.; MAGALHÃES, Maria E.C.; et al. Prevenção da doença cardiovascular: a aterosclerose se inicia na infância? Revista da SOCERJ (2004)Universidade do Estado do Rio de Janeiro, vol 17, n 1, pp 37-44
JORGE, Paulo A. R. Endotélio, Lípides e Aterosclerose Arquivo Brasileiro de Cardiologia (1997)Universidade de Campinas, São Paulo, vol 68, n 2, pp 129-134

Por Natália Araújo
http://bioquimicadocolesterol.blogspot.com/2010/08/aterosclerose.html

16 março 2011

Os benefícios da faixa elástica



A Faixa Elástica é um acessório bastante comum no Pilates. Sua função é promover exercícios de resistência, podendo ser usada por praticantes de qualquer nível. Ela está disponível no mercado em diferentes resistências, tamanhos e cores.

As de resistência mais suaves são indicadas para iniciantes e pessoas com o tipo físico intermediário. Existem outras que oferecem mais resistência para proporcionar mais trabalho aos músculos.

Além de promover a melhora na flexibilidade, a Faixa Elástica pode ser usada para exercitar, tonificar e fortalecer todo o corpo. Usá-la no seu treinamento proporciona inúmeras vantagens, veja algumas delas:

- Pode ser utilizada em qualquer lugar – você pode levá-la para a praia, para o parque, para o trabalho (diferente de alguns aparelhos);

- Oferece apoio para os membros – isto significa que suas pernas e braços são apoiados em vez de apenas suspensos no ar;

- Facilita alguns exercícios;

- Fortalece e alonga os músculos;

- Oferece resistência extra – mais efetiva do que os exercícios de solo por conta própria.

06 março 2011

Toma lá, da cá

O futuro começa aqui e agora e é você quem cria. Semeie vento, colha tempestade. Semeie alegria, colha felicidade. Como? Aprendendo a escolher.



Um objeto jogado em uma direção volta com a mesma intensidade na direção oposta. Lembra-se dessa lei da Física? É uma das descobertas de Newton que a gente estuda na escola. No mês passado, discutimos aqui outra lei universal - a de que é dando que se recebe, pois o universo opera através de trocas dinâmicas, as quais alimentam incessantemente o fluir da energia.

Todos os nossos atos, pensamentos e palavras vão dia-a-dia tecendo uma rede ao nosso redor. E, como tudo nesta vida é opção, você escolhe se cria uma rede de felicidade e abundância ou de tristeza e falta.

Cada ação sua gera uma força energética que retorna para você mesmo, sendo simultaneamente causa e efeito. E fácil entender: quando você planta a semente de uma rosa , por exemplo, após o tempo certo para sua germinação, você com certeza colherá uma rosa - e não uma margarida ou uma orquídea. Idem na vida: se o que você deseja colher é felicidade, precisa aprender a semear felicidade.

Como? Preste atenção às suas escolhas. O tempo todo estamos escolhendo, na maioria das vezes de forma tão automática que nem nos damos conta. Só percebemos o que fizemos quando nossa ação gera sua correspondente reação. E é isso mesmo, não tem jeito: a lei que rege o universo, já comprovada pela física quântica, é implacável - toma lá, dá cá.

Para escolher bem é preciso estar presente no aqui e no agora, é preciso viver este momento como se fosse o único da sua vida. Até porque, se você parar para pensar, este momento é o único mesmo: o passado já passou e o futuro ainda não chegou.

Comece se perguntando qual o impacto da sua decisão para todos os envolvidos. As boas escolhas são boas para todos. Até porque a energia que você gerar vai voltar para você, na mesma intensidade. Em seguida, ouça os sinais de conforto ou desconforto do seu corpo. É, o corpo fala - basta sabermos ouvir. Se a mensagem dos nossos órgãos, da nossa pele é de conforto, a escolha é adequada. Se a reação é de desconforto, melhor mudar de idéia. Preste atenção a você mesmo, aos sinais óbvios - um nó na boca do estômago - ou sutis - um sentimento de bem estar que você nem bem consegue definir. Vale a pena esse auto-estudo! Os Vedas, escrituras indianas mais antigas do mundo, nos ensinam: "Se você quiser conhecer o seu passado, analise o seu corpo hoje; se quiser preparar o seu futuro, conscientize-se de suas ações e escolhas hoje".

O seu futuro começa agora: escolha a felicidade - sua e de todos os que o cercam. Vocês merecem!

Por Márcia De Luca
http://www.ciymam.com.br/midia/filosofia.htm

01 março 2011

Pilates no tratamento e prevenção de Osteófitos (“bico de papagaio”)

O osteófito, ou popularmente bico-de-papagaio, caracteriza-se por pequenas expansões ósseas originadas pela profusão progressiva do anel fibroso do disco intervertebral. Trata-se de uma reação do organismo para absorver melhor a sobrecarga da articulação sobrecarregada.
Os efeitos são agravados pela desidratação gradual do disco intervertebral, conduzindo a uma aproximação das vértebras e compressão da raiz nervosa, resultando em fortes dores, formigamentos e limitação de movimentos.
É comum que o osteófito apareça nos calcanhares, nas bordas das vértebras, geralmente na altura dos discos intervertebrais da região do pescoço, coluna torácica e lombar, porém, qualquer articulação do corpo pode ser afetada.
A causa do “bico-de-papagaio” pode ter influência da espondilose, da pré-disposição genética, da sobrecarga articular (sobrepeso e obesidade), do sedentarismo, de esforços repetitivos, de alguma anomalia na articulação (inflamação, trauma, fratura, ligamentos rompidos etc.), desvios angulares (joelhos varo ou valgo), malformações dos quadris, ou simplesmente pela quantidade de impactos aos quais estamos sujeitos desde a infância.
Porém, é sobretudo, a adoção de posturas incorretas ao longo do tempo que leva ao aparecimento de lesões nas articulações vertebrais. Muitas vezes o problema também se instala por conseqüência de um processo de artrose.
Algumas pessoas podem não apresentar sintomas, porém, na primeira incidência de desconforto ou dores no quadril, virilha, costas, pescoço ou em outras regiões, recomenda-se a procura imediata de um ortopedista. Quando tratada corretamente e a tempo, o quadro pode apresentar queda significativa nas dores e melhora na capacidade funcional e na qualidade de vida do paciente, entretanto, sem recuperar a cartilagem perdida.

AÇÃO DO PILATES
Como um dos principais sintomas de quem tem osteófito é a dor, o indivíduo geralmente entra em um ciclo: os movimentos e o padrão postural acabam comprometidos, conduzindo a um desequilíbrio e fraqueza muscular por compensação e desuso, que por sua vez, intensificam os dois primeiros citados e assim por diante.
O Pilates auxiliará de forma satisfatória a melhora da qualidade de vida, tornando possível a realização das atividades da vida diária tranquilamente. Os exercícios prescritos serão específicos, direcionados e adaptados de acordo com as particularidades do indivíduo, visando entre outros, fortalecimento e alongamento dos músculos, com foco especial na região afetada e no reequilíbrio dos grupos musculares.
Assim, apesar de o osteófito continuar instalado, a dor será estabilizada devido à estrutura corporal mais forte, flexível e alinhada.
A melhor alternativa continua sendo a prevenção. Quanto antes incorporar novos hábitos, menores as chances de ocorrer um osteófito no futuro. E o Pilates também se mostra bastante efetivo para a prevenção.

Fonte: www.flexuspilates.com.br
Pro Corpore Studio do Corpo Ltda ME. Tecnologia do Blogger.
Ocorreu um erro neste gadget

Siga-nos através de seu e-mail!

Total de visualizações de página